Olhar para si. Um caminho de qualidade de vida.

 

“Nenhuma pessoa existe fora do seu corpo vivo. Você é seu corpo e seu corpo é você, ou seja, seu corpo expressa como você é.” A. LOWEN.

Óbvio, não é mesmo? Pois nem sempre isso foi assim. Só com o advento da psicoterapia corporal, a experiência acabou por comprovar a teoria de A. Lowen, importante psicólogo. Assim, as dificuldades de relacionamento com si próprio e com o outro, a ausência de entendimento do funcionamento do corpo – internamente e na própria musculatura – são realidades conjuntas; não devem, portanto, ser analisada separadamente; coexistem no mesmo Universo. É curioso observar que o ser humano tem como um dos seus maiores anseios a autocompreensão. Mas, ao mesmo tempo isto é o que mais teme. Olhar para dentro de si é tão evitado quanto olhar para o outro. O que se deve compreender é que justamente, o olhar para si próprio, traz benefícios incalculáveis como a elevação da autoestima, alegria, motivação, energia, disposição, e até prazer no contato do interno com o externo. Dar atenção a si gera equilíbrio que irá se refletir diretamente na saúde. Gera qualidade de vida. Como o corpo é um elemento palpável, concreto, a psicoterapia corporal possibilita a realização de mudanças rápidas. Ao dar atenção ao externo, o contato com o interno é um trabalho paralelo. Afinal, nenhuma pessoa vive fora do seu corpo físico. Os caminhos neste autoconhecimento são inúmeros. Mas há uma dica para o primeiro passo. Olhe-se, perceba-se, toque-se. Nesta semana demore-se mais no espelho – se for de corpo inteiro melhor. Demore-se mais no banho. Escolha um creme delicioso e passe pelo corpo. Esta percepção do eu, através do toque trás de imediato um sensação de reconhecimento de si próprio importantíssimo. Faça isso. Você vai perceber mudanças. Acredite!

Amor, trabalho e conhecimento são fontes de nossa vida. Deveriam também governá-la. É cada vez maior o número de pessoas interessadas em ampliar suas experiências, desenvolver novos sentidos para suas vidas e aumentar sua capacidade de contato consigo mesmas, com as outras pessoas e com os acontecimentos. O homem é o fato mais complexo e incrível de toda a natureza! Um de seus maiores anseios é compreender-se. Estudar-se e compreender-se, no entanto, provocam ansiedades, o Homem passou então a explorar o Universo ao seu redor antes de ter a ousadia de olhar para dentro de si.

SUELY BACILA KARDOSH 11 992502525 http://prezi.com/dp0jysdv5ry4/?utm_campaign=share&utm_medium=copy&rc=ex0share

Anúncios