Por ocasião de um ano da morte de Michael

Newsletter junho de 2010.

Escrevo, neste momento, muito emocionada. Há um ano no dia 25 de junho eu estava no hospital após uma grave cirurgia onde perdi uma parte do pé direito. Minha neta foi almoçar comigo e completava então dois anos de idade, e a tarde teria uma festinha na casa da outra vovó. Logo vi na televisão a noticia da morte de Michael Jackson que me comoveu e me levou as lagrimas e pela primeira vez chorava no hospital não por mim, mas por aquele eternamente jovem de 50 anos que esteve desde criança na minha vida.

Escrevi então que o conheci e que com ele aprendi a dançar e a mexer meu corpo com liberdade e fazer psicoterapia corporal libertando o corpo de outras pessoas através de suas musicas e ritmos originais e marcados com arte de quem nasceu musica.

Dediquei palavras de dor sensível pela sua vida sofrida e infância difícil, mas hoje não. Hoje que minha neta faz três anos e dedicou uma espontânea e singela homenagem ao “rei do pop” escolhendo-o como tema de sua festa na escola, preferindo, a qualquer personagem infantil, “o Michael”, quero dedicar meu afeto e admiração a este que alegra a tantos com sua arte e personalidade marcante.

Que saudades e que delicia te –lo conhecido melhor agora e poder com meu pé já recuperado dançar com ele e minha neta hoje. This is it!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s