Comunicação do Conhecimento Suely Kardosh Publicado em vídeo em 21 de jul de 2017

Comunicação do Conhecimento

Suely Kardosh
Publicado em vídeo em 21 de jul de 2017

Olá! Esse trabalho de comunicação que estou fazendo de vídeos curtos, apesar do inverno e do frio, que eu não fui feita pra isso, fui feita pro verão e pro calor, mas adapta-se! Esse trabalho que tenho feito no mês de junho e julho, tem me dado muito prazer, apesar do frio, tenho estado com pessoas, e o calor delas me aquece!

Eu fui numa palestra de Fabrizio Marangoni, que o tema era “Pai de Filha”, fiquei impressionadíssima com a qualidade da palestra. Fui entrevista-lo para falar da palestra para que vocês conheçam melhor isso. Se vocês pudessem me ouvir e me ver, a satisfação que eu tive assistindo a palestra dele, foi a mesma que eu tive quando eu e Allysson Felinto fomos fazer uma palestra sobre “Corpo e Sexualidade” no SESC da Esquina. O que que tem de magia nisso de se comunicar, de dizer o que a gente sabe, de trocar experiências, de trocar informações, de receber informações, de ouvir outro, por que isso é tão bom? Por que as pessoas param para ouvir as outras?

Você sabe que quando a gente não para pra ouvir o outro, a gente está recusando uma mensagem que vem dos autos do universo – porque eu digo assim: que Deus fala através da boca das pessoas, porque a linguagem que a gente tem de comunicação é essa, do ser humano: a palavra. E falamos sobre corpo e sexualidade, e em uma interação com a plateia que foi deliciosa.

Temos agradecido muito os convites para as palestras! Estivemos no dia 24/07 em Ponta Grossa falando sobre um tema “Mulher, mulher, mulher, quem é você, quem sou eu”.

Então vejam, eu sou palestrante, e é adorável ser uma palestrante, é uma paixão, é uma renovação constante, e por que é tão bom? É porque o conhecimento não é meu, ele é de toda humanidade. Eu não tenho direito de reter meu conhecimento, e quando a gente faz o conhecimento passar pra outras mentes e outros corações, a gente está fazendo uma coisa muito linda, que significa “ser feliz e fazer o bem – nesta ordem”, este é o lema de Allysson Felinto e Su Kardosh, “ser feliz e fazer o bem – nessa ordem”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s