Solidão bem ou mal?

Solidão existe!
E diz Cazuza, é pretensão de quem fica escondido fazendo fita.
E solidão a dois é insuportável! É preferível ficar sozinho mesmo! Tenho alternativa de escolha, buscar alguém.
As vezes temos distância do companheiro de vida no casamento, namoro, ou sócio.
Distância que não se percebe às vezes. Talvez por medo de ver o lugar onde se encontra. A ilusão de não ser só!
Os sintomas são dificuldade e falta de vontade de estar junto, conversar ou ir para casa.
Desânimo, silêncio, sono demais, TV/ celular/computador mais importantes do que conviver. Distância no sofá, silêncio no carro, sem programas sociais, lazer ou românticos e falta ou sexo esporádico.
Não ter assunto. Fazer tudo sozinhos e nada juntos.
E tristeza, sem entusiasmo e energia! Vive isto?
Você pode mudar, não aceite esta vida de segunda mão, precária. Nem sempre isto é sinal de que a solução é a separação. Pode ser apenas necessidade de recontratar ou comunicação eficaz e afetiva. #sukardosh

Não são nobres sentimentos

Sentimentos são nobres. O que há de nobre é humano em mim, em nós. Compaixão, gratidão, solidariedade, alegria, amor, sempre bom e regenerador.
E culpa e vergonha? Crime chama – los também de sentimentos. Não pode ser bom, inventado pelos humanos para conter a barbárie há milênios. Resolveu? Somos menos bárbaros, mais honestos, menos desonrosos, menos doentes? Ah! Humanidade longe ainda de ser humana. Devemos ao Criador sermos ainda, formarmos ainda uma UNIDADE HUMANA, humanidade.
Cultivar os nobres sentimentos e dissolver os engodos bloqueadores disfarçados de coisas boas: a vergonha e a culpa. Servem apenas para adoecer e unidas fazem diminuir a libido e causam enxaqueca. Exorcizei em mim! Sai deste ser que ME pertence! Sou feliz e leve sem isso, graças a Deus, o criador dos nobres sentimentos, que moram no meu peito, e produzem res…peito!

Curso só para Homens

“O homem sofre tanto quanto a mulher, mas as pessoas se esquecem disso e consideram apenas a existência da pressão sobre a mulher”. Sukardosh
Ser homem hoje é desafiador. CURSO SÓ PARA HOMENS
A pedido de um homem que se sentiu injustiçado e em desvantagem por não ter os benefícios que o Curso De Mulheres propicia a elas.
Na verdade, mais do que a pressão do mundo externo, os homens vivem hoje em um conflito interno.
O sucesso é cobrado dentro e fora do lar.

CURSO SÓ PARA HOMENS
Tenho 65 anos de mulher e 42 em atividade profissional e senti a solidão e fragilidade MASCULINA no convívio com os homens.
dez anos que existe o curso, dois ao ano.
Muitos fazem mais de uma vez, pois cada grupo traz novas experiências.

MEUS SENHORES VENHAM VIVER ESTA EXPERIÊNCIA, comigo e tragam um convidado (inscrição free) que não me conheça;

Inscreva se e aos seus amigos divulgue!
Sukardosh. Psicoterapeuta, coach.
40 anos de experiência em clínica, com atuação em diagnóstico e conflitos corporativos como Caixa Econômica Federal, Votorantim, Embratel, Brennand cimentos, Startup Campinas, FACIAP, Uakari SP, Instituto Monitor, CASA, UNIMED, entre outras; Especialista Coach em comunicação e liderança e cursos de autoconhecimento através do corpo.

Curso 200,00 para dois amigos.
Inscreva se WhatsApp 4199602 9986

Por que o medo da morte?

Será que se deve a ser desconhecido? Uma experiência inédita ou original em minha vida?
As pessoas não ficam iguais após uma experiência, uma viagem que seja.
A experiência de morte ou pós morte é descrita como uma grande experiência modificadora.
Diz Cazuza: eu vi a cara da morte e ela estava viva!
Será que imaginam que tem dor na morte? Ou isto está presente apenas na agonia? A agonia é algo torturante que faz com que o agonizante peça por sua morte, pelo alívio.
E dizemos: enfim descansou.
Mas o que tem no depois?
O castigo talvez!
Quando pequena no Colégio havia nos banheiros uma placa com um triângulo com um imenso olho esbugalhado com a frase: Deus me vê!
Sei hoje que era para reprimir atos individuais ou coletivos naquele lugar que era frequentado por meninas.
Resultado inibição em estar junto com qualquer pessoa nos banheiros. Pode ser lugar de atos que serão castigados depois.
Então será um futuro de terror.
Num tribunal divino, após eu morrer, uma vida de expiação e dor eterna, infindável. Dor sem morte de alívio, porque já morri, não posso mais desistir e desapegar, tenho que eternamente pagar um castigo imposto por um Pai, símbolo de carrascos.
Desde quando que Pai é isto? O meu era/ é ainda dentro de mim segurança, era confiança e amor! E o meu Pai divino é ausência de dor. É força na minha dor, amparo na superação de qualquer adversidade.
Então medo do desconhecido, do futuro, da morte, é medo do tribunal daquele juiz cruel e frio que vou conhecer só se morrer e que estará esfregando as mãos de prazer porque enfim eu morri e estarei à mercê de sua crueldade.
Pronto! Fui condenada. Ao medo, ao terror,ao pânico.
Adeus felicidade, pois não sei quando é como será minha morte, e então sofra até lá, você que erra, você que comete crimes a vida inteira.
Crimes: ter prazer, segurança, direito de ser quem você realmente é e escolheu ser, quem é curioso e tem sede de conhecimento, quem é “feiticeira” a ser queimada porque tem conhecimentos e é livre para viver sua sexualidade, ama a verdade, enfim será condenado por existir.
E cadê a mãe para me proteger nesta hora da crueldade do pai? Ausente, abandonantes, cúmplice?

Para que ler? E ler o seu corpo?

Hoje não se admite um ser que ainda não teve a oportunidade e prerrogativa de aprender a ler, alfabetizar- se.
E o analfabeto de si mesmo, aquele que não sabe ler a si mesmo?
Para que não se dar esta oportunidade de tão poucos no planeta?
A leitura é para todos.
Ler a si próprio é um a benção, muda a vida!
Pessoalmente é revelador e terapêutica.
Profissionalmente é inspirador.
Cada ser humano que se aproxima é como uma universo, no mínimo um planeta.
O empresário,empreendedor, executivo, liberal ganha espaço e sucesso, alimenta a velocidade dos resultados com o conhecimento deste idioma: seu corpo, o corporal.
Para que ler a si mesmo? para ter mais uma referencia de como sou,que o outro me testemunha e como me vê?!?
E como vejo o outro.
Na vida pessoal isso é sinônimo de mais prazer e menos desconfortos.
Inteligência, como diz Sukardosh, é a arte de diminuir o tempo de dor e aumentar o tempo de prazer preservando o bem estar.
A LEITURA pode ser corporal que é o livro de sua história desde sua concepção até os 5 anos.
Formanda a matriz esta criança só cresce então ….o resultado é o adulto.
Limitado, deficiente, limitado.
A LEITURA amplia seus limites.
Para isto que ofereço esta experiência teórica e transformação rápida
Venha!!!! Será uma alegria ter você com o resultado que todos têm com este curso
Informações 41 996029986 Su kardosh